sábado, 17 de novembro de 2012

3 cenas

1
Não o quanto envelheceram os mais velhos pelos anos em que eu porralouca. o bom da grita são abraços boas vindas ao menino que nunca saiu do lugar.

2
Mesmo que o hoje seja contra palavras simples daquelas boas, e eu o antilugar, o ecumênico do não crer, mesmo que. não é ressentido o silêncio que se cola.

3
Se uns ficam com a resposta das crianças, outros calam para tentar ouvir além do estardalhaço. Balanço entre a festa fuga e a inteireza do quase nada. E é quando digo é a vida (mas não o escrevo), que descubro o quanto não cabe.

Ave Palavra